AMOR, sobre o que penso ser o

O amor te faz ficar boba (o). Você não come direito, não bebe direito, não dorme direito, não ouve direito, não fala direito, quase não respira direito! O amor nos faz ouvir uma única música repetidas vezes. O amor nos faz sonhar. O amor nos faz ter vontades. O amor nos faz sair do chão sem, literalmente, sair. O amor nos faz colocar a melhor roupa. O amor nos faz andar na linha -do trem ou da corda. O amor nos faz sentir frio na barriga. O amor nos faz acreditar e desacreditar. O amor nos faz pular. O amor nos faz cantar, mesmo que a gente não saiba cantar. O amor nos faz mover montanhas. O amor nos move a lugares distantes, física e pscicologicamente. O amor faz nosso coração parecer a bateria da mangueira. O amor nos faz ir ao cinema. O amor nos faz ir ao jogo, ir ao show, ir à praça. O amor nos aquece no frio e pega fogo no verão. O amor nos faz sorrir e gargalhar, nos faz chorar de alegria e de tristeza. O amor nos dá saudade. O amor nos acalma. O amor inclui qualquer coisa. O amor nos faz ver o mundo colorido. O amor nos faz prestar mais atenção nas flores. O amor nos faz muitas coisas, boas e más. O amor, inclusive, nos faz escrever coisas idiotas como as que você acabou de ler.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para AMOR, sobre o que penso ser o

  1. Carol disse:

    tá amando quem????

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s